Campanha Multivacinação voltada para crianças e adolescentes começa hoje

Assecom/arquivo

Tendo como público-alvo crianças e adolescentes, começa nesta segunda-feira (11) a campanha nacional de multivacinação. O objetivo é a atualização das cadernetas de vacinação para maior controle de doenças imunopreviníveis.

Em Dourados, a ação desenvolvida pelo Ministério da Saúde/ Superintendência Geral de Vigilância em Saúde é coordenada pela Vigilância Epidemiológica de forma integrada com a Secretaria Municipal de Saúde.

Os menores de 15 anos devem verificar quanto ao abandono ou atrasos de doses de vacinas nesse período. Diante da necessidade de regularização das dosagens, deve-se procurar o posto de saúde mais próximo de sua residência.

De acordo com Carla Ribeiro, gerente de imunização, as unidades de saúde já receberam um quantitativo de doses de vacina para atendimento da campanha.

“Os postos já estão preparados para atender a demanda com as vacinas de BCG, hepatite B, hepatite A, pentavalente e outras. Ainda nesta semana chega também um reforço da vacina de HPV”, disse Carla.

Assecom/Arquivo

A gerente de imunização explica que para esta campanha não existe uma meta específica de pessoas a serem vacinadas, no entanto, “a pretensão é alcançar o maior número possível de crianças e adolescentes, visto que é comum o esquecimento de vacinas que têm ciclos ou que sofrem atrasos nesse período”.

Desta forma, diante de análise às cadernetas de vacinas, será feita a aplicação das doses corretamente.

O atendimento dentro do âmbito da campanha, que segue até o dia 22 de setembro, será no horário normal de funcionamento dos postos de saúde, das 7 às 11 horas e das 13 às 17 horas.

DIA D

Neste sábado (16), as unidades de saúde funcionarão das 8 às 17 horas dentro da mobilização nacional. “O intuito é alcançar quem não puder regularizar a caderneta nos dias de semana”, explica Carla.

Serão oferecidas vacinas da rotina do calendário de vacinação do PNI (Programa nacional de Imunização).

O ministério da Saúde destaca que não tomar as vacinas corretamente pode contribuir para o reaparecimento ou aumento de algumas doenças.

 

Desenvolvido pelo Depto de Tecnologia da Informação - Secretaria Municipal de Administração - Prefeitura de Dourados - 2017