Crédito fácil e superendividamento foi tema de palestra na Prefeitura

Palestra reuniu idosos, assistentes sociais, funcionários de instituições públicas, técnicos do Procon e comunidade em geral – A. Frota

No intuito de informar e alertar os idosos quanto a promessas de crédito fácil que depois se convertem em dívidas sem fim, o Procon de Dourados realizou palestra voltada para o público na manhã desta sexta-feira (14), no auditório da Prefeitura. A ação, em parceria com a Secretaria de Assistência Social e a Defensoria Pública do Consumidor, contou com a palestra “Crédito Fácil e Superendividamento”, ministrada pela defensora pública do Consumidor, Mariza Fátima Gonçalves.

O diretor do Procon, Mario Cerveira, disse que o tema foi escolhido por conta de que o atendimento da instituição a idosos que se sentem lesados por instituições financeiras tem crescido. Ele cita que é nítido que empresas buscam se aproveitar das fragilidades desse público e a ação aberta ao público visa orientar para que o cidadão procure seus direitos.

“Nossa preocupação é que empresas têm se aproveitado que os idosos, por vezes, não possuem muitos conhecimentos neste meio e, por vontade de ajudar financeiramente familiares, amigos, acabam aderindo a empréstimos, consignados, com juros abusivos. Então, traçamos essa ação, também por recomendação da prefeita Délia Razuk, para proteger esse público e vamos atuar nesse sentido”, disse.

Para a defensora Mariza Fátima, o assédio das financeiras a pessoas idosas tem sido grande. Ela destaca que pesquisa atual mostra que 64% dos idosos no Brasil possuem mais de um crédito consignado, “um índice alto”.

Ela destaca que o cartão de crédito é um dos meios que mais costumam gerar altas dívidas e deve ser evitado. Aponta também que empresas induzem a assinatura de contratos em branco e depois ‘se aproveitam’ disso para colocar condições com cobranças altíssimas, sem tratar isso de forma devida com o cliente. “Se aproveitam da boa fé dos idosos para criar formas de prendê-los a juros altíssimos e dívidas sem limites”, cita ao afirmar que no Brasil uma dificuldade é não se ter lei especifica referente a este tipo de situação. A defensora reforçou que o Procon é o caminho para se buscar os direitos quando ocorrerem cobranças abusivas.

O secretário de Assistência Social, Landmark Ferreira Rios, participou do evento e disse que tal realidade preocupa, sendo que as preocupações geradas pelas dívidas também causam impactos negativos na saúde deste público. Ele destacou a importância do evento e disse que o tema precisa ser debatido constantemente.

O evento é parte da programação da Semana do Consumidor, organizada para marcar os 28 anos da criação do CDC (Código de Defesa do Consumidor), celebrado no dia 11 de setembro.

A programação pelos 28 anos de CDC, em Dourados, tem sequência nos dias 20 e 21 de setembro, com a 14ª edição do Encontro do Sistema Estadual de Defesa do Consumidor que vai reunir integrantes de unidades de várias cidades de Mato Grosso do Sul, em evento agendado para o auditório do Gales Park Hotel.

O Procon é situado na avenida Joaquim Teixeira Alves, n° 772, e o telefone é 3411-1654.

Desenvolvido pelo Depto de Tecnologia da Informação - Secretaria Municipal de Administração - Prefeitura de Dourados - 2018