Lei nº 4318 – Dispõe sobre a afixação de placas ou cartazes com o número do disque denúncia da violência contra a mulher (Disque 180 – Central de Atendimento á Mulher) no âmbito do Município de Dourados/MS

Baixar o Arquivo

 

LEI N° 4.318, DE 25 DE SETEMBRO DE 2019.
“Dispõe sobre a afixação de placas ou cartazes com o
número do disque denúncia da violência contra a
mulher (Disque 180 – Central de Atendimento á Mulher)
no âmbito do Município de Dourados/MS.”
A PREFEITA MUNICIPAL DE DOURADOS, Estado de
Mato Grosso do Sul, faz saber que a Câmara
Municipal aprovou e ela sancionou a seguinte Lei:
Art. 1º Torna-se obrigatória, no Município de Dourados, a exposição
mediante placas ou cartazes informativos do serviço de
Disque- 180 Denúncia da Violência Contra a Mulher, nos
seguintes estabelecimentos:
I- Salões de beleza, academias de dança, ginástica e
atividades análogas, agências de viagens, estabelecimentos
de transportes em massa, hotéis, pensões, pousadas ou que
prestem serviços de hospedagem, prédios comerciais e
ocupados por órgãos e serviços públicos e veículos em geral
destinados ao transporte público municipal;
II- Casas noturnas de qualquer natureza, bares,
restaurantes, lanchonetes e similares, motéis, postos de
serviços autoatendimento, postos de combustíveis, clubes
sociais e associações recreativas ou desportivas que
promovam eventos com entrada paga e gratuito, bem como a
todos os órgãos públicos municipais.
Art. 2º Fica garantido à comunidade a publicidade do número de
telefone do disque denúncia por meio de cartaz ou placa
informativa, afixada em locais de fácil acesso, de visualização
nítida, fácil leitura e que permitam aos usuários dos
estabelecimentos a compreensão do seu significado.
Art. 3º Os locais supramencionados nesta Lei deverão afixar placas
ou cartazes com a seguinte redação: VIOLÊNCIA CONTRA A
MULHER – DENUNCIE DISQUE: 180 (CENTRAL DE
ATENDIMENTO A MULHER).
2
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADOS
Art. 4° O descumprimento da obrigação contida nesta Lei sujeitará
o estabelecimento infrator a seguinte penalidade:
I- Advertência, quando da primeira infração;
II- Multa de R$ 500,00 (quinhentos reais), corrigida
anualmente pelo INPC – Índice Nacional de Preços ao
Consumidor, ou outro índice oficial que venha a
substituí-lo;
III- Suspensão temporária do Alvará de Funcionamento do
estabelecimento infrator por um período de seis (06)
meses.
Art. 5° Os estabelecimentos especificados no art. 1° desta Lei, passa
se adaptarem às determinações nela contidas, terão o prazo
de 90 (noventa) dias, a contar da sua publicação.
Art. 6° Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação.
Dourados, 25 de setembro de 2019.
Délia Godoy Razuk
Prefeita
Sergio Henrique Pereira Martins de Araújo
Procurador Geral do Município
Desenvolvido pelo Depto de Tecnologia da Informação - Secretaria Municipal de Administração - Prefeitura de Dourados - 2020