Prefeitura de Dourados lança projeto Terra Produtiva na Reserva Indígena

Prefeita fez a entrega simbólica de mudas e sementes na solenidade de lançamento do projeto Terra Produtiva – A. Frota

A Prefeitura de Dourados, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura Familiar e Coordenadoria Especial de Assuntos Indígenas (Ceaid) lançou na manhã desta terça-feira (27) o projeto Terra Produtiva, na Reserva Indígena. Durante o lançamento, foi feita a entrega de mudas de banana, abacaxi e de urucum, além da apresentação das sacas de sementes de milho, que serão entregues posteriormente.

Os insumos são parte do projeto de fomento à agricultura familiar nas aldeias, que listou as famílias mais necessitadas, em conjunto com o Cras. Junto a isto, serão empregados maquinários da Semaf e Ceaid, como os tratores para o preparo do solo, plantadeira e o caminhão para abastecimento dos tratores, que vai eliminar o uso de galões.

A solenidade aconteceu no Núcleo de Atividades Múltiplas, na Aldeia Bororó, e contou com a presença da prefeita Délia Razuk que destacou a adesão da comunidade ao projeto.

“Estou muito feliz com a presença de todos vocês aqui para o lançamento deste projeto que vai fomentar a prática da agricultura familiar. Vocês representam aqui a esperança de mudança que todos queremos ver aqui na aldeia, e é assim, com a união de todos que vamos conseguir”, disse a prefeita.

Prefeita fez a entrega simbólica de mudas e sementes na solenidade de lançamento do projeto Terra Produtiva – A. Frota

Délia Razuk fez menção a várias ações que as aldeias recebem ao longo desta administração e reiterou o compromisso com toda a comunidade douradense da qual a população indígena faz parte. A prefeita ainda agradeceu o empenho das secretarias envolvidas na elaboração do projeto.

Participaram ainda o diretor da Ceaid, Wilson Matos, o secretário de Agricultura Familiar, Marcos Roberto Soares, o secretário de Assistência Social, Landmark Ferreira Rios, e os representantes das aldeias, entre eles Gaudêncio Benitez.

Segundo o capitão, a comunidade indígena em Dourados há muito tempo não tinha uma administração que demonstrasse tal carinho. “Estamos contentes com o lançamento deste projeto, mas outras inúmeras ações que ocorrem aqui. Nunca tivemos a visita constante de prefeitos aqui, como a prefeita Délia faz”, disse, destacando que a subsistência para as famílias vai sair deste projeto.

O diretor do Ceaid, Wilson Matos, também relatou que a comunidade vive um novo momento com o amparo da Prefeitura de Dourados. Ele destacou que a implantação do projeto Terra Produtiva é uma união gigantesca de conhecimento, que colocou tribos e instituições em prol de um mesmo objetivo. “Tivemos um planejamento sólido, que foi amplamente discutido com o Ministério Público. É um trabalho sem acepção de pessoas, e com esta união, tudo fica mais fácil”, destacou.

O secretário Marcos Roberto comemorou a implantação do projeto, que vai atender mais de 800 famílias em um território de mais de 400 hectares. “É uma responsabilidade muito grande que assumimos e vamos buscar o melhor para a comunidade indígena”, disse.

O engenheiro agrônomo da Semaf, Marcelo Rezende, destacou que a variedade do milho é mais nutritiva e foi desenvolvida pela Embrapa. “Com esta variedade temos mais uma ferramenta no combate à desnutrição nas aldeias”, disse, lembrando que todo o projeto foi muito bem elaborado, pensando em detalhes como este.

 

Publicado em: 27/02/2018 as 12:16 horas
Desenvolvido pelo Depto de Tecnologia da Informação - Secretaria Municipal de Administração - Prefeitura de Dourados - 2018