Prefeitura de Dourados
Secretaria de Sade de Dourados

Prefeitura de Dourados organiza e entrega três mil cobertores na Reserva Indígena

Entrega de cobertores a pessoas que vivem em situação de extrema vulnerabilidade social acontece nesta quarta-feira – A.Frota

Acontece durante toda esta quarta-feira (20) uma ação de entrega de cobertores aos moradores em situação de vulnerabilidade social das aldeias na Reserva Indígena de Dourados. Coordenada pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), a distribuição foi organizada pelas equipes do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da Bororó e beneficia centenas de famílias, com prioridade para as pessoas em situação de acampamento.

A aquisição dos cobertores foi em parte realizada pela Prefeitura, por meio da Semas, e outra parte encaminhada pelo Governo do Estado. Segundo o secretário Landmark Ferreira Rios, a meta é contribuir com agasalhos para as pessoas em situação de maior vulnerabilidade social, como as acampadas em áreas mais longínquas e muitas vezes que moram em barracos de lona ainda. “Agentes de saúde, em um apoio gigantesco da Sesai, e os agentes do Cras fizeram este levantamento para que pudéssemos ter estas pessoas mais precisadas atendidas. É um grande trabalho conjunto que culmina nesta entrega hoje”, disse.

A pedagoga Michele Alves Machado, que participou deste trabalho de levantamento junto ao Cras, ressalta que dentro da Reserva a população já alcança as 18 mil pessoas e que um terço vive em situações degradantes. “São pelo menos 2 mil famílias referenciadas como viventes em extrema vulnerabilidade social. Buscamos atender o maior número dentro desta parcela com a entrega de cobertores. O inverno começa nesta quinta-feira e já tivemos temperaturas bem baixas em nossa cidade”, disse.

Segundo a pedagoga, a entrega se faz mediante apresentação de um documento preenchido anteriormente durante a visitação às áreas, e a quantidade de cobertores varia de acordo com o tamanho da família.

O assistente social Kenedy de Souza Morais, do Cras Indígena, destacou o agradecimento da comunidade às ações que a Prefeitura tem proporcionado na aldeia. “Aquecer as pessoas é inclusão social. Sabemos que não tem sido fácil desempenhar papel de contribuição com a nossa sociedade, mas temos visto o empenho e estamos aqui hoje para entregar e melhorar um pouco mais a vida destas pessoas”, disse.

Segundo o presidente do Conselho Indígena da Bororó, Giuliano Ricarte, a ação marca mais uma vez a presença da Prefeitura na aldeia, com ações de inclusão que visam o bem estar daquela comunidade. “A presença da Prefeitura e muitas vezes da própria prefeita em nossa aldeia mostra um tratamento diferente que a gente recebe e o quanto ela se importa com a nossa comunidade”, disse.

O secretário Landmark finalizou destacando que o frio não espera, e a inclusão social se faz na entrega de cobertores porque proporciona aquela comunidade viver de maneira semelhante àqueles com mais condições, ou seja, devidamente agasalhados. “No frio, incluir é propor que as pessoas tenham as mesmas condições de se aquecer, ou o mais perto disso”, finalizou.

Desenvolvido pelo Depto de Tecnologia da Informação - Secretaria Municipal de Administração - Prefeitura de Dourados - 2018