Saúde mantém programa para atender quem possui necessidades nutricionais

A Prefeitura de Dourados mantém, desde 2011, o Programa Nutrir, de acompanhamento nutricional multiprofissional, voltado ao atendimento das pessoas com necessidades nutricionais. Esse programa consome recursos da ordem de R$ 2 milhões, anualmente, do Tesouro municipal e visa proporcionar melhor qualidade de vida aos beneficiários diretos.

De acordo com a gerente do Núcleo de Nutrição e Promoção à Saúde da Prefeitura, a nutricionista Lorraine Aparecida, Dourados foi o primeiro município do Estado a implantar o programa de dieta enteral, que hoje atende em torno de 370 pessoas, entre crianças, adultos e idosos.

“Nós realizamos um monitoramento mensal, com visitas domiciliares e ainda prestamos o atendimento, inclusive com orientações às famílias, sobre a melhor forma de suprir essa deficiência das pessoas”, disse a nutricionista, Especialista em Terapia Nutricional e servidora efetiva do Município responsável pela criação do programa.

A equipe multiprofissional do Programa Nutrir é integrada por nutricionistas, fisioterapeutas, educadores físicos, psicólogos, terapeuta ocupacional, farmacêutico e atua de forma conjunta com o programa ESF (Estratégia de Saúde da Família), com o reforço de médicos, enfermeiros, agentes comunitários de saúde e dentistas.

Dourados possui uma característica muito forte de pacientes traumáticos e uma população idosa crescente, fatores que levam ao surgimento de um público carente desse tipo de atendimento. As deficiências com a alimentação impõem alternativas de ingestão de nutrientes para assegurar a recuperação do paciente.

“Só quem não conhece os meandros da Saúde, e a complexidade em contemplar todos os segmentos, inclusive, oferecendo alternativas de preparo artesanal dessa dieta, em contraposição com os custos da dieta industrializada, é que questiona a amplitude desse serviço prestado pela Prefeitura”, opina o vereador Cirilo Ramão (MDB), diante da seriedade do Programa Nutrir.

Através do monitoramento mensal, segundo Lorraine Aparecida, a Secretaria de Saúde vem estudando alguns ajustes dessa necessidade, com o levantamento familiar das pessoas atendidas e a oportunidade de oferecer o serviço a quem realmente dependa do braço do Poder Público nesse sentido.

A sede do programa funciona na URMI (Unidade Regional de Medicamentos e Insumos), no conjunto Terra Roxa, para onde os pacientes são encaminhados via hospitais, profissionais da área médica do Município e pelas equipes de Saúde da Família que realizam os diagnósticos da realidade. Os Cras também oferecem importante contribuição nesse trabalho.

 

Desenvolvido pelo Depto de Tecnologia da Informação - Secretaria Municipal de Administração - Prefeitura de Dourados - 2018