Délia comemora chegada da Coamo: “vai movimentar vários setores da economia”

Prefeita Délia Razuk recebeu o convite oficial para a solenidade de inauguração do complexo industrial da Coamo em Dourados – A. Frota

A prefeita Délia Razuk recebeu na manhã desta quarta-feira (20), das mãos do gerente do Entreposto Dourados da Coamo, Paulo Roberto Bacini, o convite oficial para a solenidade de inauguração do complexo da agroindustrial cooperativa, marcada para a manhã da próxima segunda-feira, 25.

Délia deu as boas-vindas e agradeceu mais uma vez por Dourados ter sido escolhida pela Coamo e reafirmou que o empreendimento traz orgulho e expectativa de mais desenvolvimento, não só para o município como também para toda a região. “Estou muito feliz e orgulhosa. Vivemos um grande momento e a administração municipal estará à disposição sempre, com apoio e incentivo àqueles que acreditam em Dourados”, disse.

A prefeita lembrou que a instalação da Coamo em Dourados acaba movimentando vários segmentos da economia local, impulsionando o crescimento do município. Antes mesmo da inauguração da indústria, registrou-se um aumento considerável no movimento na rede hoteleira, restaurantes, imobiliárias e postos de combustíveis. “Muitas pessoas vieram para cá trabalhar na instalação da Coamo e isso acabou agregando”, observou. De acordo com o gerente do entreposto, Paulo Bacini, aproximadamente 1.500 trabalhadores vieram de outras cidades para Dourados neste período.

Ele também explicou que a chegada da Coamo atrai para Dourados e região, agregados como centros de distribuição, empresas do ramo de transporte, de manutenção, de peças industriais, logística, entre tantas outras. Agora mesmo, um restaurante e um posto de combustíveis estão sendo instalados na região da Coamo.

Na recepção ao gerente Paulo Roberto Bacini, a prefeita Delia Razuk estava na companhia dos secretários Claudio Gaiofato, de Desenvolvimento Econômico, e Fabiano Costa, de Serviços Urbanos, além do assessor especial José Elias Moreira e do administrador do aeroporto municipal Juliano de Almeida Domingos.

COAMO

A Coamo Agroindustrial investiu R$ 750 milhões na construção das duas plantas em Dourados, para processamento de soja e refino de óleo de soja.

Concebida em dezembro de 2016, a Coamo/Dourados ocupa cerca de 150 hectares, sendo 60 hectares só de construção. As fábricas estão instaladas à margem direita da BR-163, no trecho entre Dourados e Caarapó. De início, as indústrias geram 350 empregos diretos e milhares de empregos indiretos.

O empreendimento da Coamo em Dourados agregará uma indústria para processamento de 3 mil toneladas de soja por dia, produção de farelo e óleo e uma refinaria para 720 toneladas de óleo de soja refinado por dia, equivalente a 15 milhões de sacas de soja por ano. A capacidade de envasamento será de 45 mil garrafas pet por hora.

A Coamo é a maior cooperativa agrícola da América Latina e está entre as 50 maiores empresas do país. São 28.700 cooperados e mais de 8 mil funcionários.

 

Desenvolvido pelo Depto de Tecnologia da Informação - Secretaria Municipal de Administração - Prefeitura de Dourados - 2020