Não faltam EPIs aos profissionais da saúde, esclarece prefeitura de Dourados

“A Prefeitura de Dourados foi pioneira na tomada de medidas de enfrentamento da pandemia do coronavírus e também na constituição de um comitê de gerenciamento da crise do covid-19”. A afirmação é do assessor especial do Gabinete da prefeita Délia Razuk, advogado Alexandre Mantovani, ao esclarecer que não faltam EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) para os profissionais da área de saúde em Dourados.

Mantovani explicou que a Secretaria Municipal de Saúde dispõe de equipe técnica especializada no setor de compras e que a gestão trabalha com planejamento e sem perder de vista o que estabelece a Lei de Responsabilidade Fiscal. “Há um monitoramento diário e podemos afirmar com segurança que não há mesmo a falta de equipamentos de proteção para os trabalhadores da saúde em Dourados”, garantiu.

O assessor também observou que com a pandemia houve flexibilização das leis, incluindo a dispensa de licitação para a aquisição dos materiais. E citou, ainda, que a gestão conta com parcerias de empresas da iniciativa privada, “o que tem contribuído sobremaneira no trabalho de atendimento dos casos de coronavírus no município”.

 

 

Desenvolvido pelo Depto de Tecnologia da Informação - Secretaria Municipal de Administração - Prefeitura de Dourados - 2020