Cancelamento de voos cai 90% em Dourados

O aeroporto de Dourados tem média mensal de 5 mil passageiros e atende uma região de 17 municípios – A. Frota

Depois que o Aeroporto Municipal Francisco de Matos Pereira passou a operar por instrumentos para aeronaves na Categoria 3, com autorização dos órgãos reguladores, o índice de cancelamento de voos caiu 90% em Dourados, segundo o administrador do aeroporto, Juliano Domingos. A média, que era de até três cancelamentos por mês, com picos entre maio e agosto, caiu para apenas três desde 25 de maio deste ano, quando o novo sistema passou a ser utilizado no maior município do interior de Mato Grosso do Sul.

“Tínhamos muitos voos que voltavam à origem ou iam para Campo Grande e isto caiu bruscamente. Ainda temos uma taxa baixa de cancelamento porque, mesmo com os mais sofisticados métodos de segurança, há situações que o piloto decide não pousar, e aqui foram três em seis meses”, disse Juliano.

A diminuição em 90% foi possível graças à mudança ocorrida nas cartas de aproximação inseridas no sistema da aeronave e que permite saber os pontos ideais de voo até que seja possível avistar a pista. “Esta altitude mínima já foi de 4 mil pés, baixou para 2 mil pés e, agora, é de 350 pés, algo em torno de 200 metros. Com a carta de navegação o piloto consegue aproximar mais do chão para avistar a pista”, explicou Juliano.

A empresa que opera voos em Dourados já retomou, inclusive, o itinerário da madrugada, antes desativado por problemas de visibilidade recorrentes. Segundo Juliano, o novo procedimento também permite, agora, que a empresa possa inserir a aeronave Embraer 195, com capacidade para 118 passageiros, nos voos para Dourados. “Basta que a empresa queira e a Anac autorize”, disse Juliano.

O aeroporto de Dourados tem média mensal de 5 mil passageiros e atende uma região de 17 municípios – A. Frota

A prefeita Délia Razuk destacou o avanço para as pessoas que necessitam do serviço e falou de como isto influencia positivamente para a imagem de Dourados frente a investidores. “Ter um aeroporto que permita determinadas operações sempre é tido como ponto a ser analisado por empresas e investidores. Aqui em Dourados as pessoas merecem este conforto”, disse.

Reforçando o que a prefeita disse, empresários de Dourados já se manifestam sobre a melhoria para a população. Claudio Marcelo Rodrigues da Cunha, médico radiologista, destacou os avanços que a redução de cancelamentos permitiu para o trabalho que desempenha. “Particularmente, tenho muitas ressalvas positivas e sei que o trabalho está sendo feito para que muito mais seja alcançado. A peteca não pode cair”, disse.

A luta para que as cartas de navegação sofressem alteração para melhor iniciou em 2012 e, como a própria prefeita Délia destacou, teve participação de muitas pessoas, entre elas o ex-prefeito Murilo Zauith, o pessoal do Aeroclube de Dourados e todos que intercederam junto à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

O aeroporto de Dourados tem média mensal de 5 mil passageiros e atende uma região de 17 municípios. Recentemente, a regularização dos bombeiros que atuam no aeroporto e os projetos de ampliação que estão em andamento abriram novos horizontes para este serviço.

O aeroporto de Dourados tem média mensal de 5 mil passageiros e atende uma região de 17 municípios – A. Frota

O projeto de ampliação, que será executado pelo Exército, é a principal luta da administração da prefeita Délia Razuk. Segundo Juliano Domingos, com as mudanças que vêm por aí, o aeroporto de Dourados poderá receber aviões de grande porte de outras empresas, operando voos com mais passageiros e em menor tempo.

 

Publicado em: 31/10/2017 as 13:34 horas
Desenvolvido pelo Depto de Tecnologia da Informação - Secretaria Municipal de Administração - Prefeitura de Dourados - 2018